Notícias

0

Paralisação dos Oficiais de Justiça foi destaque na imprensa paraibanaA paralisação dos oficiais, t?cnicos e analistas do Poder Judiciário foi destaque na imprensa paraibana. Confira a mat?ria publicada pelo Jornal da Paraíba:

Serventu?rios da Justiça param as atividades e reivindicam PCCR

Os serventu?rios da Justiça paralisaram as atividades durante todo o dia de ontem. Eles realizaram um ato público em frente ? sede do Tribunal de Justiça do Estado, na Pra?a João Pessoa, na capital. Segundo o presidente do Sindicato dos Oficiais de Justiça do Estado da Paraíba (Sojep), Benedito Fonseca, os servidores do TJ querem a conclusão e implantação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR).

ão tema principal do protesto ? a questão da efetivação do an?ncio do PCCR.

Queremos a discussão do Plano com as entidades?, afirmou Fonseca. Ele disse que o PCCR ?foi prometido? aos serventu?rios em 2004, em um acordo assinado e publicado no Di?rio Oficial. ?At? agora, nem foi discutido com a categoria?, declarou o presidente do Sojep. Os participantes do protesto utilizaram dois carros de som. A maioria vestia roupa preta e camisetas padronizadas contendo frases relacionadas às reivindicações.

Eles distribu?ram panfletos e falaram ? população que transitava na área do TJ. ? tarde, os serventu?rios realizaram uma passeata em torno do quarteirão do Tribunal, em direção ao F?rum C?vel da capital. Em seguida, os manifestantes voltaram às imediações do TJ. às 18 horas, foi realizada uma reunião entre as entidades sindicais e associativas com o intuito de avaliar a paralisação.

Benedito Fonseca revelou que a categoria se re?ne amanh? em assembléia, na C?mara Municipal de Campina Grande. O objetivo ? ?avaliar a situação ap?s o protesto?, segundo informou o presidente do Sojep. Nas demais comarcas, os serventu?rios realizaram mobilização nas imediações dos F?runs. Al?m do Sojep, tamb?m participaram do movimento as seguintes entidades: Associação dos Oficiais de Justiça do Estado da Paraíba (Aojep), Associação dos T?cnicos e Analistas Judiciários da (Astaj) e Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado (Sintej).

A presid?ncia do Tribunal de Justiça informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que a intenção do presidente, o desembargador Ant?nio de P?dua Lima Montenegro, era se reunir com representantes de cada categoria, a fim de discutir sobre o PCCR. Devido ? paralisação de advert?ncia, essa possibilidade ter? de ser reavaliada. Ainda de acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal, o texto do Plano já está formatado. Outra informação repassada pela assessoria ? referente a uma reuni?o, prevista para hoje, entre o presidente do Tribunal e os membros da comissão respons?vel pela elaboração do documento. (Juliana Brito)

Protesto na Pra?a da Bandeira

Os oficiais de Justiça que atuam em Campina Grande utilizaram a Pra?a da Bandeira como base, na manh? de ontem, para os protestos de reivindicação de melhoria salarial e criação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração para a categoria. Dos 950 oficiais de Justiça da Paraíba, 146 estão na região de Campina Grande. Ontem eles paralisaram as atividades temporariamente para realizar o protesto.
O delegado sindical Ney Ribeiro explicou que em todas as cidades os serventu?rios estão pressionando a presid?ncia do Tribunal de Justiça a cumprir os compromissos firmados com a categoria e querem que haja uma resposta satisfat?ria para todos os serventu?rios da Justiça. ?Estamos apresentando ? sociedade o nosso problema e esperamos que o Tribunal de Justiça se sensibilize. Vamos ter uma assembléia na sexta-feira que vem, aqui em Campina Grande, e não descartamos a hip?tese de indicativo de greve?, explicou. Depois do protesto na Pra?a da Bandeira, os oficiais seguiram para o F?rum Afonso Campos, onde deram continuidade ? manifestação. (Esdras Marchezan)

Comentários ( 0 )

    Leave A Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *