Notícias

0

NOTA DE PESAR PELO BRUTAL ASSASSINATO DA OFICIALA DE JUSTIÇA SANDRA REGINA EM SÃO PAULO

O Sindicato dos Oficiais de Justiça do Estado da Paraíba (SOJEP) vem, a público, externar as suas mais sinceras condolências ao prematuro desaparecimento da oficiala de Justiça Sandra Regina no cumprimento do seu dever, no estado de São Paulo.

            Com base em informações veiculadas na mídia nacional, o trágico fato ocorreu no fim da manhã da quinta-feira última, dia 23 de abril, na zona sul da Capital paulista, na Avenida Manuel de Siqueira, na região do Jardim São Luís, quando Sandra Regina Ferreira, de 49 anos, se deslocou até o local aludido para dar cumprimento a um mandado de busca e apreensão de uma moto, 125 cilindradas.

            O proprietário do veículo objeto do mandado judicial, Reinaldo do Carmo Guerreiro, insatisfeito com o ato de constrição legal a ele dirigido, adentrou em sua residência, pegou um revólver calibre 38 e atirou, covardemente, nove vezes contra a oficiala de Justiça que, mesmo socorrida a um hospital da região, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Detalhe: o meliante, num primeiro momento, desferiu cinco tiros, que é capacidade de carga do tambor desta arma, passando, logo após, friamente, a recarregá-la com mais quatro projéteis, os quais foram, também, disparados contra a indefesa Sandra Regina.       

A Polícia Militar, avisada de imediato, conseguiu prender, em flagrante, o acusado a poucos metros do local do crime, sendo a ocorrência registrada na 92º DP, na qual o fato imputado ao acusado fora tipificado como homicídio qualificado.

Lamentavelmente, registramos em nosso site mais um ato de barbárie contra uma colega de trabalho no exercício de sua função que, segundo dados disponibilizados no site da Associação dos Oficiais de Justiça do Estado de São Paulo (AOJESP), tinha uma conduta ilibada e era uma servidora exemplar. E, pasmem, tem pessoas, fora e dentro do ambiente judiciário, que acreditam, ainda, que os oficiais de justiça, em sua atividade externa de cumprimento de mandados judiciais, não correm potencial risco de vida.

Membros da sociedade brasileira, nós não estamos seguros em nenhum lugar do Brasil, cuja segurança pública não oferece meios materiais para a manutenção da paz e tranquilidade entre os habitantes das suas cidades durante o transcorrer do dia.

 Imaginem, então, no nosso caso em particular, que laboramos em todo recanto das urbes brasileiras, tanto nos bairros nobres como nas imensas favelas, além da extensa e complexa zona rural do nosso país, sem a devida proteção pessoal e da força policial local?  

Encerramos silentes e reflexivos, pedindo a Deus que conforte todos os familiares da estimada oficiala Sandra Regina Ferreira, acrescentando que o SOJEP apoia, incondicionalmente, a AOJESP ao tomar a iniciativa de promover um ato de protesto contra o súbito falecimento da nossa colega de trabalho, que ocorrerá no dia 29 vindouro, às 10 horas, na Praça João Mendes, em São Paulo e, convoca todos os oficiais de justiça da Paraíba a usar nesta data roupa preta, demonstrando luto pela morte da nossa companheira.       

 

A Diretoria.

Comentários ( 0 )

    Leave A Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *