Notícias

6

A Diretoria do SINDOJUS-PB encaminhou expediente ao Corregedor Geral, Desembargador Nilo Ramalho, solicitando que designe um Juiz Corregedor para proferir palestra aos Oficiais de Justiça no tocante ao cumprimento dos mandados nas procuradorias, presídios e demais autoridades que, segundo informações, estão estabelecendo normas para o recbimento de mandados, ofícios e alvarás. O ofício foi entregue, pessoalmente,  ao Desembargador que, prontamente, acolheu a sugestão desta entidade, colocando aquele Órgão à disposição para iniciativas como esta. Na opinião de Alberto, Diretor Secretário, o não recebimento do Oficial pelas partes é um acinte não só aos Oficiais de Justiça, mas a todo o Judiciário Paraibano. Salientando-se que é inadmissível impor ao Oficial proceder um ato processual na ausência do objeto ou pessoa a que se destina. Esta palestra será realizada dentro do projeto “Café com Articulação”, em data que será definida com a Corregedoria.

Comentários ( 6 )

  • Diretoria de Imprensa
    José Carlos says:

    Devemos pensar em projetos holísticos, não apenas para uma minoria, acredito que mais importante do que uma palestra, seria firmar um TAC com as partes envolvidas.

    Falar nisso como anda o curso de aperfeiçoamento para Oficiais, que seria celebrado por uma universidade em parceria com o TJPB.

    • Diretoria de Imprensa
      Dir. Imprensa says:

      Prezado colega,
      O objetivo é atingir não uma minoria, mas a categoria dos Oficiais de Justiça, bem como conscientizar todas as partes envolvidas com relação à importância das atividades desenvolvidas por esse profissional, verdadeiro emissário do Judiciário.
      Quanto ao curso de aperfeiçoamento para Oficiais de Justiça, tão logo haja novidades, serão postadas no site.

  • Diretoria de Imprensa
    José Carlos says:

    Sim, por que até agora não fora publicado informações oficiais, neste ambiente, acerca da pauta discutida na reunião com o TJPB, bem com os devidos encaminhamentos?

    • Diretoria de Imprensa
      Dir. Imprensa says:

      Prezado José Carlos, em consequência das modificações recentemente ocorridas relativas à diretoria de imprensa do SINDOJUS-PB, houve alguns atrasos nas publicações de posts no site do sindicato, pelo que desde já, apresentamos nossas desculpas, pois temos a consciência da importância desse veículo de comunicação para todos os Oficiais de Justiça do estado e da necessidade de constante atualização, o que, sanadas as dificuldades decorrentes da adaptação às mudanças ocorridas, será sem dúvida feito. Obrigado pela participação!

  • Diretoria de Imprensa
    Ivandecarlos says:

    Mediante a repercussão ocorrida nos últimos dias, inclusive nas redes sociais, os oficiais de justiça estão desejosos por uma manifestação desta entidade classista sobre o cumprimento de mandados que, conforme determinação da corregedoria cuja publicação percorre todas as centrais de mandados do Estado, a função é pessoal e intransferível. A preocupação dos servidores das mais diferentes regiões do Estado, conforme se vê no grupo dos oficiais de justiça do Facebook, focaliza-se no que denominaram “terceirização de mandados”, ou seja, naqueles casos em que 100% são cumpridos por outros.

    Utilizo-me neste instante da frase utilizada publicada pelo colega Vanderley : “justiça para ser boa deve começar de casa”.

    Obrigado pela atenção.

    • Diretoria de Imprensa
      Dir. Imprensa says:

      Prezado Ivandecarlos

      O SINDOJUS-PB agradece suas considerações, e ratificamos nossa postura em ver as críticas como um elemento necessário ao aperfeiçoamento dos serviços prestados por este sindicato. Retornando as suas considerações, solicitamos que o colega caso conheça alguma conduta que não esteja formatada pela legalidade, envolvendo qualquer Oficial de Justiça, requeira formalmente providências, encaminhando também denúncia ao órgão correicional de nosso TJ.

      A Direção

The comments are now closed.