Notícias

0

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), através de seu presidente, o ministro Cezar Peluso, assinou no dia 17 de abril em Brasília, convênio com o Banco Mundial e com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), que garante uma doação de 45 mil dólares a ser usado em prol da Justiça Estadual Brasileira.

Apesar da verba destinada ao Conselho, ainda não será desta vez que os servidores do Judiciário terão ações voltadas para questões salariais e para melhores condições de trabalho. A importância inicialmente será creditada à PGFN para em seguida ser repassada ao CNJ.

Segundo o presidente do conselho, César Peluso, o valor a ser recebido será empregado na concretização de um estudo para diagnosticar situações de desigualdade existentes na Justiça Estadual Brasileira, seja no âmbito de capacitação, gestão ou informatização, assim como permitirá a realização de trabalhos que promovam equidades no Judiciário entre os estados mais ricos e os mais pobres.

 Míria Maria

Assessora de Imprensa

 

Comentários ( 0 )

    Leave A Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *