Notícias

0

Foi encontrado nesta segunda-feira (28), o corpo do Oficial de Justiça Federal do estado de Minas Gerais, Daniel Norberto da Cunha, de 54 anos, vítima de assassinato. O Oficial estava desaparecido desde a noite de quinta-feira (24), quando saiu para fazer diligência. O carro usado pelo servidor foi encontrado próximo a uma concessionária.

Segundo a delegada chefe da Delegacia Especializada em Localização de Pessoa Desaparecida, Cristina Coelli, o último contato do Oficial foi aproximadamente às 19 horas, quando manteve contato por telefone com sua esposa e informou que iria cumprir dois mandados. No carro da vítima a polícia encontrou 20 mandados, entre eles estavam os dois, mencionados na conversa com sua mulher. Para a polícia, o Oficial de Justiça foi morto em outro lugar, já que não havia indícios de luta corporal dentro do carro.

 O assassinato desse Oficial de Justiça deixa mais claro a situação de vulnerabilidade em que vive a classe dos Servidores. O Sindicado dos Oficiais de Justiça de Minas Gerais (SINDOJUS/MG), mobilizado com este caso e com os riscos que cercam a função, gravou na tarde desta segunda-feira (28), depoimentos para a reportagem que será veiculada terça-feira (29) pela TV Record de Minas. São relatos dos profissionais que vivenciaram e vivenciam circunstâncias de risco no exercício da função.

O assassinato do Oficial de Justiça Daniel Norberto, evidencia ainda mais a situação de insegurança em que vive a categoria. Uns são ameaçados com foice, facão, machado e outros são levados à morte. A sensação de impotência se torna corriqueira e companheira no cumprimento dos mandados. Mais um Oficial de Justiça é vítima da profissão e da execução do dever. Mais um caso que vai ser citado nas reivindicações de melhores condições de trabalho, mas que infelizmente não vai soar tão alto para que providências sejam imediatamente tomadas.

 

Míria Maria

Assessora de Imprensa

 

Comentários ( 0 )

    Leave A Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *