Notícias

4

Atendendo a uma necessidade antiga da classe dos Oficiais de Justiça em ter em seu currículo um curso de capacitação voltado para o bom andamento de suas atividades, o Tribunal de Justiça da Paraíba abriu as inscrições, até o dia 6 de setembro de 2012, para o primeiro Curso de Capacitação Técnico/Operacional em Atos de Ofício. O curso será ministrado pelo C&E – Centro de Ensino Profissionalizante e Preparatório S/S Ltda,. As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente por via on-line através do e-mail gcap@tjpb.jus.br. Acompanhando o preenchimento da ficha de inscrição o interessado deve anexar curriculum vitae e a Portaria de nomeação ou certidão equivalente, para fins de comprovação de tempo de serviço público.

Com duração de 06 (seis meses), o curso será realizado na ESMA – Escola Superior da Magistratura e vai funcionar da seguinte forma: Os participantes terão aula uma vez por semana com turma de 50 alunos. Uma turma terá aula o dia inteiro na segunda feira, outra turma na terça feira, e assim por diante até a sexta feira. Para o Gerente de capacitação Romero Cavalcanti Gonçalves Júnior, os Oficiais de Justiça podem esperar  muito conhecimento e ensinamento. “Os professores são preparados e qualificados, pois o Tribunal de Justiça tem se dedicado muito para colocar em prática este curso. Trabalhamos também o cronograma de forma que o servidor não venha ser prejudicado na execução de suas atividades”. Completa Romero Gonçalves.

Para o SINDOJUS-PB, a ideia do curso de capacitação é um desejo antigo dos Oficiais de Justiça que foi reconhecido pelo Tribunal de Justiça do estado. “Quando discutimos o assunto dessa reivindicação,  no primeiro momento convidamos o Sindojus-PB que foi participativo e nos passou sugestões que acatamos, como por exemplo, a durabilidade do curso. A princípio a nossa ideia era fazer um curso  rápido, mas o sindicato pediu que fizéssemos algo mais consistente, então a gente atendeu esse interesse da classe”. Enfatiza Romero Gonçalves.

O curso terá início no dia 17 de setembro e poderá passar por um processo seletivo se o número de inscrição ultrapassar o número de vagas. Serão oferecidas 250 vagas e se a procura for maior, os candidatos terão que atender alguns critérios como: análise do currículo, tempo de serviço, comarca de atuação, idade, etc.

O Tribunal de Justiça da Paraíba através do gerente de capacitação diz que não descarta a possibilidade de em outro momento abrir espaço para que outros servidores venham também participar de um curso tão importante para a categoria, uma vez que temos um número aproximado de 800 Oficiais de Justiça em toda a Paraíba, mas neste primeiro momento o curso será voltado para os servidores da capital e da grande João Pessoa.

O aluno Oficial de Justiça terá um custo mensal de R$ 50,00 (cinqüenta reais) durante a realização do curso, o que o Sindojus-PB explica aos servidores que querem se inscrever que está enviando um ofício a GECAP – Gerencia de Capacitação, para que mesma possa explicar qual a  finalidade  desta taxa mensal a ser  descontado diretamente em folha de pagamento durante os 06 (seis) meses de duração do curso.

 

Míria Maria

Assessora de Imprensa

Comentários ( 4 )

  • Diretoria de Imprensa
    Cícero Maia says:

    Há alguma ajuda de custos e/ou diárias/alimentação p/ o servidor em capacitação? O Sindicato dará algum apoio ao oficial que se desloca à capital p/ qualificar-se?

    • Diretoria de Imprensa
      Clévenis Sarmento says:

      Na publicação oficial do Curso de Capacitação, é informado pelo TJPB, que não haverá auxílios relativos a transporte, estada ou alimentação.

  • Diretoria de Imprensa
    Vicente says:

    Porque o Tj cobra de uma obrigação imposta pelo CNJ? gostaria de respostas do sindicato, o que está fazendo a cerca desse absurdo?

    • Diretoria de Imprensa
      Clévenis Sarmento says:

      Prezado Vicente, como informado na matéria acima, o SINDOJUS-PB já provocou através de ofício, a Gerência de Capacitação do TJPB, indagando qual o motivo da cobrança da referida taxa. Estamos aguardando a resposta. Assim que a tivermos, publicaremos, ressalvando que extra-oficialmente obtivemos a informação de que a cobrança tem como principal motivo garantir a presença dos inscritos até o final do curso, visto que em outras oportunidades, a evasão é grande. Nessa ótica, haveria ao final do curso a devolução dos valores cobrados para os alunos que finalizarem o curso com aproveitamento. Ressalto que as informações são extra-oficiais e que, por isso mesmo, podem não se verificar. Assim, o melhor a fazer é aguardar a resposta oficial e se haverá mesmo a devolução dos valores.
      Ressaltamos por outro lado, a importância de realização do Curso de Capacitação, no intuito de melhor qualificar a qualidade do serviço prestado por nós, bem como para cumprir exigência para galgar promoção funcional.

The comments are now closed.