Notícias

0

Contrariado com o número insuficiente de Oficiais de Justiça, o presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores do Estado da Paraíba – NCST/PB enviou na última quarta feira ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba, ofício solicitando mais atenção nas notificações e intimações determinadas. Segundo o presidente da Nova Central, o cumprimento dos Mandados encontra-se atrasado por falta de Oficiais de Justiça em seus quadros.

O presidente da NCST/PB apresentou as dificuldades enfrentadas por eles ao trabalhar com apenas 01 (um) Oficial de justiça para cumprir todos os mandados, o que fica inviável manter em dia as intimações e notificações enviadas por aquele órgão.

Agilidade no cumprimento das intimações é a cobrança feita ao presidente do TJPB para evitar transtornos as partes envolvidas nos diversos Mandatos a serem cumpridos. Transtorno este, acontecido no Mandato de Segurança, que tem como Impetrante o trabalhador em Serviços Públicos do Estado Senhor FRANCISCO CAMILO DE SOUSA e Impetrado o Presidente da PBPREV, cujo direito foi reconhecido por unanimidade pelos integrantes desta corte. Por causa da falta de Oficiais de Justiça, já se passaram mais de 20 (vinte) dias e o representante da PBPREV ainda não recebeu a intimação.

De acordo com a NCST/PB, as consequências dessa deficiência no quadro de Oficiais de Justiça provocaram de certo modo prejuízo ao Impetrante que não poderá receber seus proventos este mês, já que a folha de pagamento da PBPREV fechou no dia 24 (vinte e quatro).  O Impetrante senhor Francisco Camilo de Sousa não vai receber nos seus proventos o que a justiça determinou.

Míria Maria

Assessora de Imprensa

Comentários ( 0 )

    Leave A Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *