Notícias

0

Uma solenidade simples, porém bastante prestigiada, marcou a posse da nova diretoria do Sindicato dos Oficiais de Justiça da Paraíba, ontem, no auditório do Fórum Criminal, em João Pessoa. O ex-presidente Antônio Carlos Santiago destacou as ações desenvolvidas em sua gestão, lembrou que ainda há muito a ser feito e desejou boa sorte ao sucessor.

Ao discursar, o novo presidente, Benedito Fonseca, afirmou que a primeira eleição ocorrida com disputa na história da entidade, legitimou um projeto que avança no seio da categoria e precisa da união de todos em torno desse objetivo comum. “Diferente do que alguns querem, não somos perfeitos e completos, mas temos consciência da nossa missão”, reconheceu.

Ele anunciou para o próximo mês de fevereiro a redução para 2% da contribuição sindical dos filiados, além de outras medidas, como a continuidade às ações coletivas de cobrança da URV, anuênios, correção da GAJ, abono  permanência, descontos no terço de férias de IRPF e Previdência, além da sétima hora, cumprimento efetivo da Lei 5672/92, com os ajustes da indenização de transporte e cobrança de uma gratificação de produtividade justa.

Histórico de luta

O presidente da OAB/PB, Odon Bezerra, elogiou o histórico de luta do Sindojus e o comprometimento de Benedito em defender a categoria. “Nós, advogados, dependemos dos Oficiais de Justiça e sabemos da importância do seu papel no funcionamento do Judiciário”, declarou. Para a diretora do Fórum Cível de João Pessoa, juíza Agamenildes Arrruda, a transição significa um passo muito positivo na construção de uma democracia interna e exemplo para outras entidades. “Parabenizo o ex-presidente Antônio Carlos, pelo brilhante trabalho proativo de inclusão de filiados e defesa da classe”, concluiu.

Já o presidente do Sindicato dos Oficiais de Justiça de Pernambuco, Marco Albuquerque, disse não ter dúvidas de que Benedito dará continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido com muito êxito, pela pessoa aguerrida e trabalhadora que é.  “Junto à Fenojus, lutaremos este ano por uma política de segurança para Oficial de Justiça, melhores condições de trabalho, cumprimento da Resolução 153 e redução de ICMS e IPVA para os Oficiais de Justiça, que colocam seus veículos à disposição do estado, sem qualquer contrapartida”, adiantou.

Estiveram presentes na ocasião, dentre outras personalidades, o presidente do Associação dos Oficiais de Justiça Federais de Pernambuco, Ronaldo Soares e o secretário geral e diretor de comunicação do Sindfisco-PB, respectivamente, João Francisco e Glauco dos Santos. A designação de posse da nova diretoria coube aos Oficiais de Justiça Djemerson Galdino e Max Veras, que integraram a Comissão responsável pelas eleições ocorridas em dezembro.

 

Equipe Sindojus.

[nggallery id=17]