Notícias

0

O Sindicato dos Oficiais de Justiça do Estado da Paraíba (SINDOJUS-PB) e a Federação Nacional dos Oficiais de Justiça (FENOJUS), por seus diretores, em nome de toda a categoria, vem de público manifestar o mais profundo pesar, pelo falecimento trágico e violento, ocorrido na Cidade de Santa Rita, na noite da terça-feira (9), do PM sargento Josemberg da Silva, pela tentativa de homicídio, na mesma oportunidade, ao PM soldado Diego Medeiros Costa de Araújo, bem como, pelo mesmo fim trágico que teve o cabo Ubirajara Moreira Dias, assassinado na cidade de Patos, no dia seis de junho, ao mesmo tempo em que presta condolências aos seus irmãos de farda e familiares.

A nota foi entregue nesta quinta-feira (11) ao comandante da Polícia Militar da Paraíba, coronel Euller Chaves, e nesta sexta-feira (12) ao comandante do 7º batalhão de Policia de Santa Rita, coronel Júlio César e ao comandante do 3º Batalhão de Patos, coronel Campos, que recebeu o documento do delegado do Sindojus-PB, Pedro Paulo.

O documento, que demonstra indignação da categoria com os fatos, lamenta também o ocorrido com o soldado Diego Medeiros Costa de Araújo, ferido na mesma ocorrência policial em Santa Rita.

O sargento Da Silva foi enterrado com honras militares na última quarta-feira, no Cemitério da Praia da Penha, em João Pessoa. Ele foi assassinado na terça-feira (9), ao ser recebido a tiros quando realizava levantamentos de uma tentativa de homicídio, no bairro de Tibiri II, em Santa Rita. O soldado Diego, que estava com ele na equipe, saiu ferido e está internado no Hospital General Edson Ramalho, em João Pessoa.

O cabo Ubirajara foi sepultado no último domingo (7), em um cortejo acompanhado por cerca de três mil pessoas nas ruas da cidade de Patos, Sertão da Paraíba. Ele foi morto com um tiro de espingarda durante um assalto a um posto de combustíveis, no município.

Veja a seguir a íntegra da nota:

“Por oportuno, registramos a indignação de nossa categoria diante da crescente criminalidade e violência que assolam o Brasil e especialmente a Paraíba, onde indivíduos que desrespeitam a lei e a ordem social, praticam não só um crime contra uma vida humana, o que por si só já é motivo de repulsa, mas contra a paz e a ordem político/social, ao agredirem e exterminarem, covardemente, agentes públicos imbuídos do proposito de zelar pela segurança pública de nosso povo.

Nós Oficiais de Justiça, vemos e sentimos as forças policiais como coirmãs de nossa categoria, posto que temos a missão comum de contribuirmos com a manutenção e preservação da paz social, por isso nos sentimos também violentados, feridos e enlutados diante dos trágicos fatos.

João Pessoa – PB – em 11 de Junho de 2015.

Benedito Venâncio da Fonseca Junior
Presidente do SINDOJUSPB.

Antônio Carlos Santiago Morais
Vice-Presidente do SINDOJUSPB e Diretor Legislativo da FENOJUS

Joselito Bandeira Vicente
Diretor Secretário Geral do SINDOJUSPB e Conselheiro Fiscal da FENOJUS

Alfredo Ferreira Miranda Neto
Diretor Jurídico do SINDOJUSPB”

Comentários ( 0 )

    Leave A Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *