Notícias

2

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL CONJUNTA EXTRAORDINÁRIA DOS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO ESTADUAL

 

 SINDOJUS-PB / ASTAJ-PB / ASSTJE-PB

 

As Diretorias Executivas do SINDOJUS-PB, ASTAJ-PB e ASSTJE-PB, no uso de suas atribuições legais e em conformidade com os Estatutos Sociais das mesmas, o primeiro em relação ao art. 21, c/c os artigos 14, 16,17, inciso I e do art. 18, a segunda em relação ao caput do artigo 8°, cumulado com a alínea “c”, do artigo 9°, bem como pelos caputs dos artigos 10 e 14°, da Seção II, do Capítulo III, a terceira em seus artigos 18, 19, 20 e 22, parágrafo único, além da obediência aos dispositivos legais atinentes à matéria, pelo presente instrumento CONVOCAM todos os filiados e associados das referidas entidades de classe  para participar da ASSEMBLEIA GERAL  EXTRAORDINÁRIA CONJUNTA convocada para o dia 06 DE OUTUBRO DE 2015, PELAS 14:30 horas, em 1ª convocação, ou PELAS 15:00 horas, em 2ª e última convocação, no AUDITÓRIO DO FÓRUM CÍVEL DA CAPITAL, esse localizado a Av. João Machado, s/n, Centro, João Pessoa-PB, para discutir e deliberar sobre os seguintes pontos de pauta:

  1. Informes;
  2. Avaliação da Audiência no CNJ sobre a pretensão do TJPB tentar instituir o trabalho temporário no judiciário estadual;
  3. Apresentação do conteúdo extraído das reuniões/plenárias das entidades com os servidores ocorridas em todas as regiões geográficas do estado;
  4. Avaliação da conjuntura em relação às negociações com a direção do tribunal de justiça;
  5. Deliberação acerca das ações mobilizadoras dos servidores em defesa da pauta salarial apresentada;
  6. Encaminhamentos.

 

As entidades afirmam que as despesas (combustível, alimentação e estadia, se for o caso) dos servidores das comarcas do interior do estado que participarão da assembleia serão custeadas, de acordo com as categorias, pelas respectivas entidades.

João Pessoa/PB, 28 de setembro de 2015

Diretoria do SINDOJUS-PB               Diretoria da ASTAJ-PB                 Diretoria da ASSTJE

Comentários ( 2 )

  • Jair Pereira Guimarães says:

    É justo os funcionários do poder Judiciário, homem se aposentar aos 35 anos de serviços e perceber seu salario sobre 30 anos, não temos quando se aposentar perde 50% do seu salarios, com a resposta o TJ-PB. auxilio não é salario.

  • Jair Pereira Guimarães says:

    É justo os funcionários do poder Judiciário, homem se aposentar aos 35 anos de serviços e perceber seu salario sobre 30 anos, quando se aposentar perde 50% do seu salarios, com a resposta o TJ-PB. auxilio não é salario.

Leave A Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *