Notícias

5

Hoje (02/04/2016), a Oficiala de Justiça Gladys Sandra Leal de Carvalho foi agredida moralmente e fisicamente quando do cumprimento de diligência de uma simples intimação de audiência a uma pessoa, acusada de crime contra honra, no bairro nobre do Bessa na capital João Pessoa(PB).

A agressão foi praticada pela parte que se disse Odontóloga e por familiares, entre eles uma que se declarou advogada.

Vale ressaltar que a colega já havia tentado intimar a aludida pessoa durante a semana, inclusive falando com um irmão daquela, que disse não ter autorização para repassar o numero de telefone da intimanda. Na primeira diligência, o porteiro do prédio confirmou que se tratava realmente do irmão da mencionada pessoa.

No dia de hoje, ao chegar no prédio, a Oficiala de Justiça falou primeiro com a filha da parte a ser intimada, que em seguida a chamou e a Oficiala de Justiça a intimou na garagem daquele imóvel residencial. Até um certo momento tudo estava normal, porém, de repente, após a intimação, a intimada passou a agredir a Oficiala de Justiça dizendo que ela havia invadido sua residência e que a processaria, tentando arrancar o crachá que estava preso a um cordão no pescoço da Oficiala de Justiça, ferindo-a, tendo ainda tentado invadir o veículo da serventuária da justiça. Ainda apareceu um homem que abriu a porta do veículo da Oficiala de Justiça ordenando que ela saísse do carro, momento em que a Oficiala de Justiça saiu de marcha ré no seu veículo, temendo sofrer mais agressões e até mesmo por sua vida.

A Oficiala de Justiça lavrou o Boletim de Ocorrência na Delegacia de Policia Civil, fez exame de corpo de delito, pois, ficou com vários hematomas pelo corpo e lavrou todo o ocorrido em sua certidão, de modo que, todos os infratores respondam na medida de suas culpas.

O SINDOJUSPB presta toda solidariedade a colega violentamente agredida no desempenho legal de suas funções e colocará toda a estrutura do Sindicato a disposição dela para que se faça justiça.

Essa agressão, apesar de ter sido sofrida pela Oficiala de Justiça Gladys, reflete uma ofensa a toda a categoria dos Oficiais de Justiça, motivo pelo qual, o SINDOJUSPB já começou a adotar todas as providências cabíveis ao caso.

O SINDOJUSPB está vigilante na defesa do Oficial de Justiça da Paraíba e jamais, situação como esta pode ficar sem a intervenção da entidade.

“Sindicato forte é sindicato de luta”

Comentários ( 5 )

  • Eliel Dantas says:

    Lastimável tal situação. Conheço a colega de perto e sei de sua competência laboral. Estamos juntos no apoio que ela precisar. Sindicato forte é sindicato de luta. E

  • [email protected] hotmail.com says:

    Está situação é uma falta de respeito, por pessoas desestruturada, todos nós estamos sujeitos a este tipo de desacatos, o que precisamos é de Segurança. Vamos procurar a União e chamar por Deus, para dá a todos nós livramento e equilíbrio para em momentos difíceis termos discernimento para agir de forma digna, e termos coragem de agir, na hora certa..Vandira.Um grande abraço colega. Lamentável.

  • Felipe barbalho says:

    Também sou oficial de justiça. Infelizmente esse não é um fato isolado. Precisamos de porte de arma, dentre outras medidas de segurança. Todos os oficiais de justiça do Brasil estão à mercê de situações de violência.
    Pasmem, não recebemos periculosidade.

  • Socorro Barbosa says:

    Parabenizo o Sindicato pelo apoio à Oficiala agredida.
    Arma de fogo não é meio civilizado de solução de conflito! Conheça a si mesmo e as suas emoções, que você mediará os conflitos e será capaz de colocar limite no outro e precisar apelar para arma de fogo. Aacredite em você e use a maior de todas as armas: o poder da palavra, o poder da fala!

  • Pablo Forlan says:

    Conheço a colega e me solidarizo com ela, e tambem pelo apoio que nosso Sindicato esta dando a ela ,,, assim se sentimos apoiado e firmes no nosso mister…Parabéns Gladys…honrou nossa categoria..e indignação pela indiferença, espero que na audiência que essa pessoa intimada, desonrosa Odontologa, seja com uma Juiza, e que a magistrada apoie no amiga Gladys…abs

Leave A Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *