Notícias

0

O Sindojus-PB participou, na condição de membro do Comitê Orçamentário do Tribunal de Justiça da Paraíba, de todas as reuniões plenárias do 2º Fórum anual, realizadas entre os dias 31 de julho e a última terça-feira (8) em diversas Comarcas do estado, captando  demandas dos Oficiais de Justiça nas regiões por elas polarizadas.

Nesse contexto, o presidente do Sindojus-PB, Benedito Fonseca, exemplificou como prioridades consolidadas no seio da categoria, a valorização dos recursos humanos e no caso dos Oficiais de Justiça, o concurso público, melhorias das condições de trabalho, seja  através das salas dos Oficiais, pregão eletrônico, comitê de gestão das diligências, disponibilização de veículos nos plantões judiciários e definição das comarcas de difícil provimento, entre os mais diversos assuntos.

Importante contribuição

 

“As plenárias se traduziram em importante contribuição e as atenções agora se voltam para a discussão na fase do Comitê Orçamentário e da própria gestão do TJ, como se dará  o encaminhamento e a resolução das demandas apresentadas – sejam pontuais ou para este exercício, pois independem de grande monta orçamentária – e outras para o exercício de 2018”, afirmou.

Ele acrescentou que, ainda nesse sentido, renovou pedido junto à presidência do TJ, de audiência com representantes do Sindicato para a tratativa da pauta dos Oficiais de Justiça. E concluiu, considerando positivo o saldo dos encontros, por permitir o próprio gestor conhecer a fundo a realidade das diversas comarcas em todo o estado o grau das dificuldades vivenciadas pelos Oficiais de Justiça e demais servidores.

Livro recebe elogios

 

O encerramento das atividades terça-feira na Comarca de Sousa, foi abrilhantado com a entrega do livro “Oficial de Justiça” Prática Legal do Oficial de Justiça e diretor de Imprensa e Mobilização do Sindojus-PB, Francisco Noberto Gomes Carneiro. A obra teve o apoio cultural da entidade, que está distribuindo exemplares para os Oficiais de Justiça do estado e foi alvo de elogios por parte dos desembargadores e Carlos Beltrão e Joás de Brito Filho. O presidente inclusive, disponibilizou espaço no TJ para lançamento da mesma.

Comentários ( 0 )

    Leave A Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *