Notícias

0

livroaurtogradosAtendendo convite do desembargador-presidente Joás de Brito Filho, o Oficial de Justiça Noberto Carneiro, que atua na Comarca de Sousa, fez o lançamento ontem, no Salão Nobre do Tribunal de Justiça, do livro de sua autoria, intitulado livro “Oficial de Justiça – Prática Legal”. A obra teve o apoio cultural do Sindojus-PB, que distribuiu exemplares para os filiados e não filiados de todo o estado.

Noberto agradeceu, emocionado, a oportunidade de lançar o livro em sua casa, servidor que é do Tribunal de Justiça, Oficial de Justiça há vários anos. “Esse convite foi para mim livropresidentee a categoria que integro, motivo de honra e orgulho. Só tenho a agradecer o apoio do TJ-PB”, afirmou. O evento foi prestigiado por magistrados, colegas e familiares.

O desembargador-presidente Joás de Brito Filho enalteceu o significado do lançamento do livro de qualificada autoria profissional e acadêmica no Dia Estadual do Oficial de Justiça e lembrou ser a valorização do servidor uma de suas prioridades de gestão.Lanc_livro_oficial_de_Justica_F_Noberto_Gomes_no_TJ_05_09_17_-101

Coube ao também Oficial de Justiça Eligidério Gadelha de Lima, da Comarca de Sousa, fazer a apresentação do livro. “A obra é de um grande rigor técnico e científico, que não fica atrás de nenhum trabalho jurídico lançado no país”, afirmou.

Compromisso social

 O trabalho de Noberto tem, ainda, um compromisso social e revela a dedicação que ele possui pela profissão, segundo frisou Eligidério. “Esse livro é resultado dessa paixão, do compromisso com a profissão e da sua preocupação social”, finalizou.

O livro com 234 páginas, pode ser adquirido através do site www.livrooficialdejustica.com ou através do número (83) 9.9412-3635 (whatsapp) e e-mail[email protected], ao custo de R$ 50,00 (cinquenta reais).

A obra dimensiona a necessidade e importância da atuação do Oficial de Justiça em todas as fases do processo,  que transcende o propósito de servir de fonte de pesquisa para a categoria, ao oferecer respostas claras, objetivas e, sobretudo bem fundamentadas, mas também aos estudiosos do Direito em geral, como fonte de pesquisa doutrinária, capaz de subsidiar pesquisas bibliográficas para artigos científicos e monografias.

Comentários ( 0 )

    Leave A Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *