Notícias

0

PHOTO-2019-07-26-12-59-36Foi realizada às 20h da última quinta-feira (25) na sede do Sindicato dos Bancários da Paraíba, em João Pessoa, a solenidade de abertura da plenária CUT Paraíba. A Mesa dos Trabalhos, conduzida pelo presidente da CUT estadual Paulo Marcelo, contou com representantes de diversos segmentos e movimentos sociais, do próprio Sindicato, da, Aduf-PB, do vereador pela Capital Marcos Henrique e do presidente do Sindojus-PB Benedito Fonsêca, na ocasião representando também o DIEESE.

Ao usar da palavra, ele traçou uma mensagem histórica do DIEESE, que nasceu dentro do movimento sindical em 1955 e é um patrimônio do movimento sindical, que tem como coordenador estadual o professor Paulo Tavares e conta com a supervisão técnica de Renato Assis.

Desafio atual

Benedito destacou que o Órgão atua em três áreas de assessoria, pesquisa e educação, possuindo uma Escola de formação em Bacharelado de Ciências do Trabalho, além de diversas especializações, com sede em São Paulo e escritórios regionais em dezoito estados.

Ele lembrou que atualmente o grande desafio do DIEESE é a sua manutenção em face dos ataques desferidos contra os direitos dos trabalhadores, que causaram uma redução efetiva de ganhos e que tem como consequência a diminuição da contribuição dos filiados, o que gera menos pesquisa, acompanhamentos e estudos detalhados sobre a situação do “mundo do trabalho”.

Mensagem para reflexão

A finalidade da participação de Benedito, foi como sempre, se colocar à disposição da CUT e de todo o movimento sindical, em defesa intransigente da classe trabalhadora.

Ele finalizou sua fala, deixando para reflexão, pensamento do escritor Mario Benedetti, no livro “Primavera num espelho partido”.

“Liberdade é uma palavra enorme. Por exemplo, quando terminam as aulas, pode-se dizer que uma pessoa fica em liberdade. Enquanto a liberdade dura, você passeia, brinca, não tem por que estudar. Dizem que um país é livre quando uma mulher qualquer ou um homem qualquer pode fazer o que lhe der na cabeça.”

Comentários ( 0 )

    Leave A Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *