março 16, 2022

0

O presidente do Sindojus-PB, Joselito Bandeira, obteve do desembargador-presidente do TJ, Saulo Benevides confirmação acerca do retorno no próximo dia 28 de março às atividades presenciais suspensas no último dia 18 de janeiro, em face do recrudescimento da pandemia da Covid-19 (sob nova variante), bem como do grave aumento de casos de gripe H3N2 (ato n. 01/2002, conjunto com a corregedoria-geral de justiça).

“Para nós, Oficiais de Justiça, quase não houve mudança pois continuamos na linha de frente do Judiciário, fazendo elo de ligação com os jurisdicionados. Os demais servidores, juízes, promotores e defensores públicos é que foram contemplados com o teletrabalho”, afirmou Joselito.

0

A comparação do presidente Joselito Bandeira ao tirano Vladimir Putin e ofensas feitas por colegas Oficiais de Justiça filiados e não filiados em redes sociais, extensivas a diretores do Sindojus-PB motivaram o vice-presidente Noberto Carneiro e o próprio Joselito a se manifestarem através de vídeos compartilhados em grupos de WhatsApp

Neles, ambos lamentam e repudiam que a ansiedade de alguns quanto a indenização de transporte, venha sendo exacerbada, de forma inadmissível por algumas pessoas e destacaram todo o empenho da diretoria quanto a essa e outras questões através do diálogo, cujos resultados têm se mostrado positivos. “O momento é de união”, alertou Noberto, magoado com tamanha incompreensão.

Imbuído do mesmo sentimento, Joselito refutou a tentativa de resumir de forma depreciativa sua atuação à defesa em relação ao porte de arma, que é opcional e de interesse de boa parte da categoria em todo o país. “Como diretor legislativo da Afojebra tenho o dever de abraçar também essa bandeira de luta”, esclareceu. Por fim, eles agradeceram as inúmeras manifestações de solidariedade recebidas de colegas de todo o estado por meio dos grupos de WhatsApp, telefone e números privados.